Bloqueador de Selecao

sábado, 26 de maio de 2018

ABRA UM SORRISO, ESPALHE A PAZ...



"Abra um sorriso, espalhe a paz, divida a felicidade que ela vai se multiplicar em sua vida". 


O mais fácil mesmo é se entregar, é cair no choro, é desesperar. O mais fácil é se arrebentar noite afora na insônia das horas que martelam a cabeça, cheio de pensamentos vazios e destrutivos. O mais fácil é reclamar de Deus, é se acusar: foi eu que errei sim. Acuse-se, xingue-se, desacredite-se, reclame, fale mal de você, chore mais....destrua-se.
A dor é sua, a vida nem tanto, existem pessoas que acreditam em você e esperam mais de suas atitudes.. O mais fácil ainda é aceitar tudo que te acontece.
É duro lutar, é duro viver de bem com você mesmo se você não está nem acreditando na sua capacidade de reagir.
É duro conviver com você algumas horas quando você fica nesse estado de desânimo. Nem você se agüenta, fica louquinho para sumir, para desaparecer. Fala sério, qual o seu medo?
Porque será que você tem tanto medo de ser feliz, de ser rico, de possuir tudo que sonha e tem real desejo?
Porque você se limita tanto?
Porque se acusa tanto?
Porque se cobra tanto?
A vida é abundância, é completamente rica e cheia de surpresas, é complexa na maneira como acontece, mas é extremamente simples de se viver, nós é quem complicamos tudo com nossos medos, nossas falsas expectativas, nossos sonhos malucos. Esperamos muito de pessoas que não merecem. 
Esperamos muito de concursos, de loterias, de planos furados, fugimos da realidade, e fatalmente uma hora a realidade vem a tona e nos chama a atenção.
Porque caímos de novo? Mas, me diga afinal: do que você tem tanto medo?
Porque manter-se nessa casca de vítima, de infeliz, de coitadinho de Maria?
Assuma sua parte no Universo que é tão grandioso, tão repleto de belezas. Você cheio de carinho, de amor para distribuir e fica parado a espera de um "trem que já passou"???
Acorda, hoje é o dia.
Hoje é seu momento.
Ontem morreu, fedeu e já está guardado nas páginas do que não volta mais.
Amanhã eu nem sei se estaremos aqui para ver como ficou.
Então levanta de sua posição cômoda de "quem se julga injustiçado" e vá a luta.
Vai buscar a sua quota de felicidade, mas sem pedir, você não é mendigo, você é parte do Universo e já pode exigir a sua melhor porção. Liga agora para todos os amigos e diz : "Vamos festejar:
Eu estou vivo e quero comemorar!" Graças a Deus que você esta vivo e pode comemorar comigo.
Celebremos a vida!!

(Paulo Roberto Gaefk)


domingo, 20 de maio de 2018

AS QUATRO LEIS DO DESAPEGO PARA A LIBERAÇÃO EMOCIONAL.



É possível que a palavra desapego lhe cause uma sensação de frieza e egoísmo. Nada está mais longe da realidade. A palavra desapego, compreendida dentro do contexto do crescimento pessoal, é um valor interno precioso que todos nós devemos aprender a desenvolver.
Praticar o desapego não significa abrir mão de tudo o que é importante para nós, rompendo vínculos afetivos ou relacionamentos pessoais com aqueles que fazem parte do nosso cotidiano.
          “Desapego significa saber amar, apreciar e se envolver nos relacionamentos com uma visão mais equilibrada e saudável, libertando-se dos excessos que o prendem”.
Liberação emocional é viver mais honestamente, de acordo com as suas necessidades. Crescer, progredir com conhecimento de causa, sem prejudicar ninguém e não deixando ninguém o limitar.

Conheça abaixo as 4 leis do desapego para a liberação emocional. Vamos praticar?

1 – Lei do desapego: Você é responsável por si mesmo

Ninguém pode viver por você. Ninguém pode respirar por você, se oferecer como voluntário para carregar suas tristezas ou sentir suas dores. Você é o arquiteto da sua própria vida e de cada passo que dá em seu caminhar.
Portanto, a primeira lei que deve ter em mente para praticar o desapego é tomar consciência de que você é totalmente responsável por si mesmo.
Não responsabilize os outros pela sua felicidade. Não imagine que para ser feliz é necessário encontrar o parceiro ideal ou ter o reconhecimento de toda sua família.
Se a opinião dos outros é a sua medida de satisfação e felicidade, você não vai conseguir nada além de sofrimento. Raramente os outros suprirão as nossas necessidades.
Cultive sua própria felicidade, seja responsável, maduro, conscientize-se das suas escolhas e consequências e nunca deixe que seu bem-estar dependa da opinião alheia.

2 – Lei do desapego: Viva no presente, aceite e assuma a sua realidade

Muitas vezes, não conseguimos aceitar que nesta vida nada é eterno, nada permanece sempre igual; tudo flui e retoma seu caminho. Muitas pessoas estão sempre focadas no que aconteceu no passado e isso se torna um fardo pesado que carregamos no presente.
Mesmo que seja doloroso, aceite, assuma o passado e aprenda a perdoar. Isso o fará se sentir mais livre e o ajudará a se concentrar no que realmente importa: “o aqui e agora”. Liberte-se!

3 – Lei do desapego: Liberte-se e permita que os outros também sejam livres

  “Assuma que a liberdade é a forma mais plena, íntegra e saudável de aproveitar e compreender a vida em toda a sua imensidão”
Ser livre não nos impede de criar vínculos com os outros. Criar vínculos, amar e ser amado, fazem parte do nosso crescimento pessoal.
O desapego significa que você nunca deve assumir a responsabilidade pela vida dos outros, que eles não podem lhe impor seus princípios e nem tentar prendê-lo. É assim que surgem os problemas de relacionamento e o sofrimento.
Os apegos exagerados nunca são saudáveis. Temos como exemplo aqueles pais obcecados por proteger os filhos, que os impedem de crescer e avançar com confiança para explorar o mundo.
A necessidade de desapegar-se é fundamental nesses casos; cada um um deve sair dos seus limites de segurança para enfrentar o imprevisto e o desconhecido.

4 – Lei do desapego: As perdas irão acontecer mais cedo ou mais tarde

Devemos aceitar que, nesta vida, nada dura para sempre. A vida, os relacionamentos e até os bens materiais acabam desaparecendo como fumaça, escapando por uma janela aberta ou deslizando através dos nossos dedos.

As pessoas vão embora, as crianças crescem, alguns amigos somem e perdemos alguns amores… Tudo isso faz parte do desapego. Temos que aprender que isso é normal e enfrentar essa situação com tranquilidade e coragem.O que nunca pode mudar é a sua capacidade de amar. Comece sempre por por você mesmo.

(amenteemaravilhosa.com.br)

domingo, 13 de maio de 2018

A URGÊNCIA DE VIVER.




" O que você fez hoje é muito importante,
porque você está trocando um dia de sua vida por isso."



Esperamos demais para fazer o que precisa ser feito, num mundo que só nos dá um dia de cada vez, sem nenhuma garantia do amanhã. 

Enquanto lamentamos que a vida é curta, agimos como se tivéssemos à nossa disposição, um estoque inesgotável de tempo.

Esperamos demais para dizer as palavras de perdão que devem ser ditas, para deixar de lado os rancores que devem ser expulsos, para expressar gratidão, para dar ânimo, para oferecer consolo.

Esperamos demais para ser generosos, deixando que a demora diminua a alegria de dar espontaneamente. 

Esperamos demais para ser pais de nossos filhos pequenos, esquecendo quão curto é o tempo em que eles são pequenos, quão depressa a vida os faz crescer e ir embora.

Esperamos demais para dar carinho aos nossos pais, irmãos e amigos.
Quem sabe, quão logo será tarde demais?

Esperamos demais para ler os livros, ouvir as músicas, ver os quadros que estão esperando para alargar nossa mente, enriquecer nosso espírito e expandir nossa alma.

Esperamos demais para enunciar as preces que estão esperando para atravessar nossos lábios, para executar as tarefas que estão esperando para serem cumpridas, para demonstrar o amor, que talvez não seja mais necessário amanhã.

Esperamos demais nos bastidores, quando a vida tem um papel para desempenhar no palco.
Deus também está esperando nós pararmos de esperar. Esperando que comecemos a fazer agora tudo aquilo para o qual este dia e esta vida nos foram dados.

É hora de VIVER!!! 

(Henry Sobel)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...